Produção duas vezes maior e mais ágil

Nova planta da Höganäs Brasil, em Mogi das Cruzes, duplica produção de pó de ferro atomizado e coloca o processo em linha nas operações de aciaria e de redução. O modelo inédito de funcionamento da empresa sueca, incrementa agilidade e produtividade à planta brasileira, que detém a grande parte do mercado sul-americano. Tudo para atender uma demanda que vem crescendo ao ritmo de 8% ao ano.

Setembro marca uma nova etapa na história da Höganäs Brasil, subsidiária da companhia sueca considerada a maior fabricante de pó de ferro no mundo. A inauguração de sua nova planta fabril em uma área de 50 mil m2 no bairro de Cesar de Souza, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, estabelece um ritmo duplicado de produção para a companhia que hoje supre os mercados da América do Sul e ainda exporta para Ásia e África do Sul. A indústria investiu R$ 31 milhões para ampliar sua capacidade de produção de 30 mil toneladas/ano de pó de ferro atomizado para 60 mil toneladas/ano.

A Höganas Brasil tem hoje cerca de 50 projetos distintos, em diferentes etapas de estudo e implementação, que visam introduzir a tecnologia da sinterização com o uso do pó de ferro nas diversas indústrias que utilizam componentes metálicos. Cerca de 80% desses estão concentrados no setor automotivo. Dentre eles, projetos que envolvem componentes de motores, sistemas de exaustão (flanges) e cubos para sistemas de embreagem, esclarece o diretor de Marketing, Márcio Carvalho.

O projeto de expansão da Höganas Brasil envolveu a aquisição de área vizinha à unidade antiga da empresa. A nova planta incorpora as duas grandes operações que resultam na produção do pó de ferro atomizado: a aciaria e a redução. Até julho, a etapa de redução era feita na unidade de Jacarei, a 44 km de Mogi das Cruzes. Com o novo prédio, a unidade de Jacareí foi desativada e transferida para Mogi. O alinhamento veio conferir mais agilidade ao processo industrial e mais controle sobre a produção, facilitando também a logística do produto final.

Obras continuam

O novo parque industrial da Höganäs do Brasil continuará com novas obras até dezembro. A principal delas, um prédio de 500 m2, dará lugar ao novo Tech Center, um laboratório que operará em parceria com clientes, desenvolvendo novas aplicações para o pó de ferro e oferecendo serviços correlatos ao mercado em geral. "Por meio do Tech Center, traremos novos equipamentos e soluções, além de controlar a qualidade do processo e dos produtos de nossa linha de produção", esclarece Marcio Carvalho, diretor de Marketing.

Caberá ao Tech Center elaborar estudos específicos de aplicação do pó de ferro com foco em segurança, qualidade, custo benefício, produtividade e o bom funcionamento da aplicação. "Nossa proposta é fazer o cliente migrar sua linha de produção de componentes metálicos, hoje com tecnologia de baixo valor agregado e alto custo, para a tecnologia da sinterização com uso do pó de ferro atomizado, de altíssimo valor agregado, com custos até 30% inferiores, maior produtividade, reduzido impacto ambiental e qualidade ideal para cada tipo de aplicação”, destaca o diretor de Marketing.

Outra obra importante obra a ser entregue até o final de 2008 é o novo restaurante e vestiário da planta, com 400m2 de área e dentro dos mais modernos padrões industriais. Também será concluída a construção de uma segunda portaria da planta, com acesso pela avenida Perimetral da cidade, e a reforma do antigo prédio de aciaria, que passará a ser o estoque de matéria-prima da Höganäs. “Nosso espaço passa a ser três vezes maior; é quase uma cidade, que trará, com certeza, mais segurança e melhor fluxo de trabalho para a equipe”, relata o líder de Manutenção da Höganäs, José Francisco Corrêa de Jesus, 46 anos de idade, 26 deles na linha de produção da Belgo, adquirida há 10 anos pela Höganäs.

Höganas Mundial aposta no Brasil

A Höganas é a maior fabricante de pó de ferro, com liderança do mercado mundial. Com origem na cidade de Höganäs, na Suécia, a companhia guarda 211 anos de história sendo mais de 60 na pesquisa, desenvolvimento e aplicação de pós metálicos em suas várias vertentes. Isto significa um acúmulo de conhecimento sem similar deste produto usado em diferentes linhas de fabricação de componentes metálicos. Em 2007, o grupo sueco vendeu 440 mil toneladas de pó de ferro e sua participação na América do Sul vem crescendo de forma consistente. Os resultados positivos têm tornado este mercado parte significativa dos negócios da Höganäs no mundo.

Alrik Danielson, CEO da Höganäs, traduz com ênfase a expectativa da companhia em relação ao Brasil. “Decidimos investir aqui em Mogi das Cruzes porque cremos no futuro do País e porque temos um profundo respeito pelo profissionalismo e a habilidade de criar resultados de nossa equipe brasileira. A boa infra-estrutura e um apoio a longo prazo das autoridades locais tem sido fatores importantes também”, afirma o presidente mundial da companhia. Ele destaca ainda que, com a ampliação da unidade fabril, a “Höganäs Brasil tornou-se agora uns dos centros de produção e desenvolvimento mais importantes do Grupo”.

Produtos

Os pós metálicos produzidos pela Höganas são aplicados como matéria-prima em diferentes processos industriais:

• Componentes sinterizados

• Compostos magnéticos macios

• Aplicações químicas e metalúrgicas

• Filtragem de polímeros à quente

• Enriquecimento de alimentos e vitaminas

• Formulações de atrito para freios

• Indústria reprográfica

• Filtros de aço inoxidável sinterizados

• Revestimento de superfícies

• Soldagem e brasagem