11/12/2020 Local

Höganäs reforça segurança e cuidados para enfrentar a pandemia do novo coronavírus

Diversas medidas foram adotadas para que os colaboradores sintam-se seguros em seu ambiente de trabalho após a retomada das atividades

Se a segurança e a saúde dos nossos colaboradores sempre foram prioridades, com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) esta cultura se tornou ainda mais forte, importante e necessária.

Após três meses de jornadas e salários reduzidos, desde agosto todas as nossas equipes retornaram para a planta de Mogi e encontraram protocolos rígidos para prevenção da doença.

Mudanças no refeitório, com a instalação de placas de acrílico nas mesas e alteração de horários para evitar aglomerações, implantação do home office para algumas atividades e de reuniões por videoconferência, produção de cartilhas informativas sobre a transmissão da Covid-19, medição da temperatura corporal e entrega de kits com máscaras e álcool em gel foram algumas das medidas adotadas para o retorno seguro das atividades em nossa unidade.

“Nosso maior desafio no início da pandemia, com a suspensão de parte das atividades presenciais, era manter nosso colaborador próximo, conectado com a empresa e motivado. Passada essa etapa, o novo desafio foi adequar nossas instalações de todas as maneiras possíveis para que nossas equipes se sentissem seguras”, explicou Kelly Lima, responsável pelo departamento de Recursos Humanos. 

A retomada foi totalmente planejada e discutida, inclusive, em um workshop interno realizado em um formato inovador, que combinou sessões interativas ao ar livre e online. “Adotamos uma série de medidas para que o nosso ambiente de trabalho continue ainda mais seguro. Estamos indo além dos protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias porque a nossa prioridade sempre foi e continuará sendo a segurança das pessoas que trabalham na Höganäs”, acrescentou o diretor-presidente Adriano Machado.

A decisão de intensificar cada vez mais o monitoramento dos colaboradores neste momento tem como objetivo principal fazer com que o colaborador se sinta seguro na execução de suas atividades, conforme explicou a médica do Trabalho Fabiana Pinca. Ela reforçou ainda que todos aqueles que testaram positivo para o novo coronavírus contaram com o mesmo cuidado e suporte por parte da empresa, recebendo a orientação e o apoio necessários.

Quadros


Instalação de placa de acrílico nas mesas do refeitório e mudança de horário para evitar aglomerações.


Desinfecção de ambientes e superfícies contra Covid-19 com produto de linha hospitalar.


Produção de cartilhas informativas sobre as formas de transmissão da doença.


Uso obrigatório de máscara nas dependências da empresa e divulgação de avisos sobre novos protocolos de higiene.


Fixação de banners informativos com orientações do Ministério da Saúde.


Aferição da temperatura corporal.


Limpeza constante das superfícies de uso comum, como maçanetas e torneiras.

     
 

Notas

Home Office: novo modelo de trabalho será mantido

A quarentena trouxe novos hábitos e quebrou paradigmas em nossa planta. O trabalho remoto, conhecido como home office, que já era cogitado, acabou se tornando realidade para alguns setores nos últimos meses e deve permanecer em função dos ótimos resultados. “Este modelo se mostrou absolutamente produtivo e viável para muitas posições e setores, como Vendas e Administrativo, e por isso se tornará definitivo”, destacou Kelly Lima, supervisora de Recursos Humanos. A expectativa é de que esses trabalhadores desenvolvam suas atividades presenciais pontualmente em um local compartilhado que ainda será criado em nossa planta após o fim da pandemia.

Novo fôlego para os negócios

Após enfrentar uma queda de 70% nas vendas no último mês de maio em função da quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus, nossa planta agora trabalha com uma perspectiva bastante positiva para os próximos meses.

Este otimismo se deve aos sinais de recuperação da economia e do mercado. Em julho foi registrado o melhor volume de vendas do ano. Em agosto nossos estoques caíram ao menor nível desde novembro de 2019.

“As projeções de vendas indicam volumes ainda maiores para os próximos meses. Este é exatamente o momento em que precisamos de todas as nossas equipes aqui para produzir, para vender e para atender o mercado em jornada integral, por isso a importância de estarem todos saudáveis, motivados e prontos para entregar esses resultados”, ponderou Adriano Machado, diretor-presidente da Höganäs em Mogi das Cruzes.

Ainda sobre os meses mais afetados em função da quarentena, nossa planta trabalhou pela preservação dos empregos, apesar de todas as dificuldades, pela continuação dos recolhimentos de tributos e também deu preferência aos fornecedores e prestadores de serviços locais, incentivando e movimentando a economia da cidade e da região.

 
     

 

Conexão, notícias locais sobre nossa unidade em Mogi das Cruzes.

Leia o Conexão

Notícias e contatos com a mídia

Ann Wulf