Empresa preparada para o futuro

Impacto ambiental

O nosso objetivo é realizar uma produção segura, limpa, eficiente e sustentável a longo prazo.

Preparar a empresa para o futuro significa atender, todos os dias, os requisitos da nossa futura sociedade, ao garantir produtos de alta qualidade, excelência operacional e segurança, ao mesmo tempo em que atendemos demandas mais elevadas relacionadas ao desempenho ambiental e à eficiência de recursos. As nossas ambições são claras: a mais alta qualidade em tudo o que fazemos. Um foco operacional na qualidade reduz a perda de material e energia, além de reduzir as interrupções que podem levar à avaria de máquinas e equipamentos. 

Formas de trabalhar acordadas e documentadas formam a base da melhoria contínua e do compartilhamento de conhecimentos. A qualidade sempre pode ser aumentada independentemente do nível de rigor das rotinas e das regulamentações, e trabalhamos constantemente para atender e superar as expectativas.

Transformação de resíduos em produtos

Com uma produção anual de cerca de 500.000 toneladas de pó metálico e de cerca de 150.000 toneladas de materiais intermediários, temos o compromisso de minimizar o desperdício em nossas operações. Desenvolvemos soluções para minimizar a geração de resíduos e agora fomos mais longe, ao definir uma meta de longo prazo para haver a geração zero de resíduos, além de definirmos objetivos para a taxa de redução.

Todos os nossos resíduos e subprodutos têm o potencial de serem reutilizados e transformados em produtos. Parte dos nossos materiais intermediários, tais como frações categorizadas de escória, pode ser diretamente reciclada como matérias-primas ou consumíveis em nossa produção.

Desenvolvemos uma variedade de produtos a partir de materiais intermediários, tais como materiais de adição para asfalto, materiais de construção e matérias-primas para a produção de lã de rocha. Dois dos nossos desenvolvimentos de produtos mais úteis são o Petrit® E e o Petrit® T, que são fabricados a partir de escória. O Petrit E pode ser utilizado para substituir a brita na construção de estradas e o Petrit T funciona como um substituto para a cal

Também estamos explorando atualmente a possibilidade de utilizar subprodutos à base de minerais como meios filtrantes para o tratamento da água e para produzir aditivos para cal utilizados na agricultura, que melhoram a qualidade do solo para o cultivo.

Uso responsável da água

A maior quantidade da água utilizada é água do mar para o resfriamento em sistemas fechados. O calor produzido nestes sistemas é exportado para o aquecimento urbano na Suécia.

A água também é utilizada no processo de atomização, onde o aço fundido é atomizado nos tamanhos de partícula desejados. A água é tratada, resfriada e em grande parte reciclada novamente no processo de atomização. Parte da água é perdida nas torres de resfriamento na forma de vapor e uma pequena quantidade também é trocada para manter a qualidade da água, o que rende um grau médio de recirculação de aproximadamente 90 a 96 por cento nesses sistemas.

Monitoramos os nossos descartes de água e medimos as substâncias preocupantes. As condições para os descartes de água fazem parte da nossa licença ambiental na maioria das unidades operacionais.

Emissões atmosféricas

Os nossos processos de produção geram emissões atmosféricas através de chaminés. Para evitar emissões, todas as matérias-primas e produtos (pós metálicos) são manuseados em processos fechados, incluindo armazenagens internas e contêineres fechados para o transporte de materiais, com algumas exceções. A unidade em Höganäs, Suécia, utiliza o transporte de produtos a granel por navio e o descarregamento é exposto. São utilizados procedimentos especiais, incluindo a molhagem, a limpeza de estradas, e o uso de coberturas em aterros sanitários, para minimizar as emissões provenientes do manuseio exposto. Uma combinação de estradas pavimentadas e áreas de trabalho, além de um programa para manter as unidades sempre limpas, minimiza as emissões secundárias de poeira.

Para minimizar as emissões de chaminés, todas as grandes fontes pontuais são equipadas com filtros. Os programas locais de controle ambiental normalmente incluem o monitoramento de emissões, tais como de óxidos nítricos (NOx) e óxidos sulfúricos (SOx), metais liberados para a atmosfera e outras substâncias nocivas, dependendo da natureza do processo.

Uso de material

Trabalhamos com cerca de 700.000 toneladas de materiais diretos. Nossas matérias-primas mais volumosas são não-renováveis, por serem extraídas da crosta terrestre. Estes materiais são, principalmente, minério de ferro, calcário e carvão para processos ou coque de origem fóssil. Existe uma iniciativa para substituir o carvão fóssil para processos por alternativas renováveis.

Os metais podem ser reciclados inúmeras vezes e aproximadamente 50 por cento de nossa base de matérias-primas é formada por materiais secundários ou reciclados. Nosso maior tipo de material em termos de peso é a sucata ferrosa. Os materiais secundários incluem sucata industrial e de consumidores finais (sucata pré e pós-consumo).

Energia renovável e biocoque

Relatos de caso

A Höganäs aplica e cumpre as restrições REACH (2007) e RoHS (2011) quanto ao uso de substâncias e produtos químicos perigosos.