Filtragem de polímeros a quente

Pós de aço inoxidável

Meios filtrantes da Höganäs

O método de produção para este material especial é baseado na atomização de água sob alta pressão. Um fluxo de metal líquido é estilhaçado em pequenas partículas por jatos de água. Esses grãos têm uma forma extremamente irregular.

O volume da porosidade e a área de superfície da partícula são ditados pelo tamanho e forma das partículas do pó. Grãos maiores tendem a resultar em maior porosidade, porém com uma menor área de superfície ativa. Partículas mais finas resultam em uma área de superfície ativa maior, mas com um volume de porosidade um pouco menor. A alta área de superfície ativa garante uma boa limpeza durante a filtragem.

As partículas de filtragem são feitas de ligas de aço inoxidável especialmente desenvolvidas para a filtragem de polímeros a quente. A composição química é importante para a força e a resistência à corrosão das partículas.

As ligas utilizadas devem ser fortes o suficiente para minimizar o colapso durante a filtragem e oferecer uma pressão estável durante o ciclo de filtragem. Como as partículas não são frágeis, elas não se quebram durante a filtragem. Consequentemente, não há risco de entupimento dos bocais.

Os pós metálicos contribuem para um desenvolvimento sustentável

A tecnologia de pós metálicos oferece inúmeras oportunidades; ela não só permite aos nossos clientes reduzirem o seu consumo de materiais e energia, como também os ajuda a utilizar novas e melhores técnicas, que torna os produtos finais mais eficientes e mais baratos.

Acreditamos que o potencial inerente aos pós metálicos pode ser utilizado em uma escala muito mais ampla do que a atual. Também não nos resta dúvidas de que os pós metálicos podem contribuir para um desenvolvimento sustentável. Com as soluções em pós metálicos, podemos contribuir para solucionar muitos dos desafios enfrentados pela sociedade, tais como a escassez de recursos e de água potável e a necessidade de energias renováveis.

“Inspiramos a indústria a fazer mais com menos porque queremos criar um mundo sustentável para as gerações futuras.”